segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Hoje é o último dia para matrículas de aprovados no SiSU


Segunda chamada será divulgada no dia 4 de fevereiro. Confira todas as etapas do sistema.

Termina nesta segunda-feira, dia 31, o prazo para que os alunos aprovados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) efetuem a matrícula nas instituições para onde foram selecionados. A documentação necessária para a matrícula pode variar em cada instituição e está disponível no boletim individual, em que cada candidato constata sua aprovação ou na própria instituição a que se classificou.

Os candidatos que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podiam escolher até dois cursos no SiSU, elegendo sua prioridade. Aqueles que foram selecionados para a sua primeira opção e não efetuarem a matrícula perdem a vaga. Os que foram aprovados para o segundo curso podem permanecer no sistema e ainda têm chance de serem convocados.

A lista dos aprovados em segunda chamada será divulgada no dia 4 de fevereiro e a terceira, no dia 13. Após essas etapas, caso ainda haja vaga disponíveis, os estudantes podem optar por participar de uma lista de espera que será gerada pelo sistema a partir das notas do Enem e poderá ser utilizada para selecionar os candidatos a critérios das instituições de ensino.

Fonte: IG Notícias.

Bicicleta escolar é alternativa para chegar à sala de aula

Chegar à escola ou ao ponto do ônibus escolar é um sacrifício para muitos alunos brasileiros. Boa parte deles precisa acordar ainda de madrugada e percorrer quilômetros a pé, já que muitos caminhos nas áreas rurais e até mesmo urbanas são intransitáveis para veículos automotores. Mas agora, estados, municípios e o Distrito Federal já podem alterar esse quadro e facilitar a vida de seus estudantes. Para isso, basta aderir ao registro de preços promovido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a compra de bicicletas escolares de aros 20 e 26, por meio do programa Caminho da Escola.
“A bicicleta vai servir para estudantes que moram em localidades onde os veículos rodoviários não chegam, tanto nas áreas rurais quanto nas urbanas”, afirma o coordenador geral de transporte escolar do FNDE, José Maria Rodrigues de Souza. “Além disso, tem impacto zero sobre o meio ambiente e ainda vai ajudar os estudantes a terem uma atividade física saudável”. Segundo ele, a bicicleta escolar tem especificações que lhe garantem resistência maior que a das bicicletas comuns, como o quadro reforçado.

Protótipos da bicicleta escolar já foram testados nas cinco regiões do país e receberam avaliações altamente positivas por parte dos alunos e de seus pais.

Preços – Para participar do programa, o gestor local deve preencher um ofício seguindo o modelo publicado na Resolução nº 40/2010 do FNDE, assina-lo e enviá-lo à autarquia com a quantidade de bicicletas que pretende comprar. O prazo para entrega da mercadoria é de, no máximo, 90 dias a partir da assinatura do contrato.

Os preços das bicicletas variam de acordo com a região do país:

Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Roraima e Rondônia: aro 20 (R$ 256); aro 26 (R$ 257)
Tocantins e Bahia: aro 20 (R$ 258); aro 26 (R$ 259)
Maranhão: aro 20 (R$ 252); aro 26 (R$ 253)
Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte: aro 20 (R$ 254); aro 26 (R$ 255)
Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe: aro 20 (R$ 255); aro 26 (R$ 256)
Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul: aro 20 (R$ 263); aro 26 (R$ 268)
Minas, Espírito Santo, Rio e São Paulo: aro 20 (R$ 240,50); aro 26 (R$ 256,50)
Fonte: ASCOM-FNDE

domingo, 30 de janeiro de 2011

O que fazer na hora de planejar o ano letivo?


Educadores falam sobre um bom planejamento para o ano letivo. Um desafio para a maioria dos professores.

O primeiro dia de aula de 2011 está se aproximando para a maioria dos estudantes do Ceará. A ansiedade característica do período é comum para professores e alunos. De um lado, a experiência aguarda pelo inusitado. De outro, o início de um novo ciclo aquece crianças, adolescentes, jovens e adultos. Mas, o que a maioria não imagina é que para este primeiro encontro, e para todos os outros 199, coordenadores, diretores e professores têm que avaliar, repensar e programar conteúdos e atividades. Pela lei brasileira, os estudantes têm direito a 200 dias letivos, sendo assim, 200 encontros entre professores e alunos.

E é nos primeiros dias do ano que profissionais da Educação planejam suas atividades. Mas existe uma fórmula para este planejamento? O que deve ser considerado na hora de arquitetar conteúdos e atividades e torná-los de fácil entendimento e que envolva os alunos? Para a professora da Universidade de Fortaleza (Unifor), Xênia Benfatti, doutoranda em Educação, não existe fórmula mágica. O planejamento requer compromisso e disposição dos professores. "É importante ele rever os conteúdos, metodologias, fazer uma avaliação", defende Xênia, complementando que "um dos grandes problemas da docência, hoje, é porque ligamos o piloto automático, fazemos um plano e achamos que ele pode dar certo para todo mundo".

O procedimento é reiterado pela coordenadora pedagógica Francisca das Chagas Menezes Sousa Magalhães, de São Gonçalo do Amarante. "O professor vai ter que, antes de tudo, conhecer a turma. Não posso planejar sem saber para quem. Ele vai fazer o levantamento de características e aos poucos ele vai conhecendo as necessidades de aprendizagem dos alunos e do que a turma precisa. Tem que estabelecer as prioridades e elaborar metas, senão ele não saberá para onde tá indo. E compromisso, antes de tudo, porque senão não faz sentido o que ele vai realizar lá dentro", afirmou Chaguinha, como é mais conhecida a coordenadora. Ela foi reconhecida como Educadora Nota 10, em 2007, pela Fundação Victor Civita.

Depois de desligado o piloto automático, como propôs Xenia, o que o professor deve levar em conta na hora de pensar uma atividade para os seus alunos? A pergunta circula na cabeça de muitos profissionais no momento do planejamento. A dica principal é perceber as potencialidades da turma, segundo Xênia Benfatti. Então, antes mesmo do primeiro encontro, professores devem procurar saber quem são os seus alunos. Uma conversa e a troca de experiências com outros professores é uma saída para este conhecimento prévio. E ver a sala de aula como um ambiente de possibilidades. "Quando o professor olha para a sala de aula e ver como uma caixa fechada, ele não consegue vislumbrar possibilidades. Se ele vê a sala e relaciona os conteúdos que são desenvolvidos ao cotidiano dessa criança, jovem ou adulto, ele passa a pensar nos significados e sentidos que esses conceitos terão", explica.

Rompimento

Romper com uma cultura educacional que considera os conteúdos como foco principal na vida escolar de um indivíduo será o grande desafio dos professores na hora de planejar. Para Xênia Benfatti, é preciso equilibrar conteúdos, suas funções sociais e metodologias aos objetivos da disciplina ou atividade, sem esquecer de considerar a realidade do estudante. "A nossa vida escolar e acadêmica está repleta de circunstâncias de aprendizagem que nos levaram a memorizar conceitos sem compreendermos para que. Muitas vezes estudamos ou aprendemos para fazermos provas. A nota ou a avaliação é o que vai dar sentido à aprendizagem. Tirando a nota e a avaliação parece que a escola entra num vazio. Quando para isso, as nossas crianças e os nossos jovens deveriam ter interesse, ter vontade de saber, de conhecer, mas isso só acontece se o que eles aprendem dentro da escola tiver uma relação com o que eles vivem do lado de fora, se não eles vão continuar estudando somente para as provas".

Neste sentido, a educadora Chaguinha Magalhães e a equipe da Escola João Moreira Barroso, da comunidade de Salgado, em São Gonçalo do Amarante, estão trilhando o caminho da contextualização para seus alunos. "Eu sempre fui uma professora de usar vários métodos para dar uma aula. Eu tento, principalmente, quando trabalho na área polivalente, e esta é uma das coisas que eu defendo muito: contextualizar as disciplinas e os assuntos. Os PCNs eu considero como uma forma organizada do que o professor já fazia".

Ela diz que durante o planejamento em equipe, todos os detalhes devem ser levados em consideração. "Para quem vai planejar, os recursos, o espaço, o tempo, o material, tudo isso são coisas importantíssimas. Além de ser criativo e inovar. E ter muito pé no chão: quer dar uma aula show, o professor precisará saber que material terá acesso ou disponibilizado no dia".

Amanhã, ao chegarem na Escola João Moreira Barroso, para o primeiro dia de aula de 2011, nada de contar ou escrever como foram suas férias. Os estudantes desta comunidade vivenciarão durante toda a semana experiências que repassem valores sociais, limites e boas maneiras. Poderão opinar, ainda, e ajudar a construir sobre "o que é a escola para eles".

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

CONVENÇÃO 151 DA OIT - REGULAMENTAÇÃO - CENÁRIOS E ESTRATÉGIAS PARA IMPLEMENTAÇÃO DO PISO DO MAGISTÉRIO EM 2011 - SEMINÁRIO JURÍDICO DA FETAMCE - DEBA




No dia 28/11/2011, ocorreu o Seminário Jurídico promovido pela FETAMCE (Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Ceará) com duas importantes mesas, onde houve palestras, debates e encaminhamentos. Presentes ao evento sindicalistas de todo o Estado do Ceará. Importante salientar que são 139 municípios, onde os servidores públicos municipais têm representação sindical.

A Mesa 01, pela manhã, coordenada por Enedina Soares, do Sindicato dos Servidores de Caucaia, e por Valter Saraiva, do Sindicato dos Servidores de Piquet Carneiro, teve como tema a Convenção nº 151 da OIT, teor, o que representa para o serviço público, o que significa negociação coletiva no setor publico, como proteger a liberdade sindical. O palestrante foi o membro da Executiva Nacional da CUT Pedro Armenegol e teve como debatedores Dr. Pedro Cavalcante, advogado da CUT, e o ilustre doutrinador, porfessor e chefe da Procuradoria Regional do Trabalho, Dr. Gerson Marques.

Dr. Gerson Marques - Promotor Federal - Sobre a Negociação Coletiva
Após exposição e fala dos debatedores, abriu-se a plenária, com depoimentos e vários encaminhamentos, alguns exemplos:

- Necessidade de capacitação dos sindicalistas para obter dados e saber negociar;
- A defesa do fim do registro sindical junto ao Ministério do Trabalho;
- A necessidade dos sindicatos levarem assessoria jurídica para negociação;
- Envolver o Poder Legislativo nas negociações;
- A criminalização das condutas anti-sindicais;
- Participação massiva do movimento sindical na regulamentação da Convenção 151;
- Entre outros.

Todos os encaminhamentos foram aprovados.

A Mesa 02, à tarde, teve como tema: Cenários e Estratégias para Efetivação do Piso Nacional do Magistério e de valorização dos Trabalhadores da Educação. Foi coordenada por Carmem, do Sindicato dos Servidores de Barreira e por Djan Carlos, do Sindicato dos Servidores de Milhã. Teve como palestrantes Graça Costa, presidente da CONFETAM, e Dr. Valdecy Alves, assessor jurídico da FETAMCE.

Num primeiro momento foi colocado todo o cenário nacional desde a aprovação da lei do piso, passando pela ADIN contra a lei do piso, assinada por 05 governadores, bem como sobre a indefinição de qual o verdadeiro piso atual, também sobre o índice de reajuste do piso nos últimos 03 anos. Uma a uma as portarias do MEC, definidoras do valor aluno, foram explicitadas e comentadas. Foi demonstrada simulação dos cálculos sobre as versões do piso que o MEC entende ser o verdadeiro e o piso que o movimento sindical defende.

Pelas portarias em vigor, o pior dos pisos, partindo do raciocínio do MEC, nunca deverá ser inferior a R$ 1.246,00, mas o piso a ser defendido é o de R$ 1.597,00, para nível médio 40 horas, pelo movimento sindical. Mas o reajuste do valor aluno de 21,7% , PARA SE CHEGAR AO MENOS PIOR DOS PISOS, deve ser aplicado sobre o piso pago aos servidores, quando o atual piso pago por algum município for superior ao piso de R$ 1.024,00. MAS RESTOU CLARO QUE O PISO A SER DEFENDIDO É O DE R$ 1.597,00.

Compareceu ao evento o Deputado Federal Artur Bruno, que colocou o seu mandato à disposição dos profissionais do magistério e ofereceu seu apoio naquilo que fosse preciso, tanto quanto à implementação do piso, quanto à regulamentação da Convenção nº 151, da OIT.

Pelas portarias em vigor, o pior dos pisos, partindo do raciocínio do MEC, nunca deverá ser inferior a R$ 1.246,00, mas o piso a ser defendido é o de R$ 1.597,00, para nível médio 40 horas, pelo movimento sindical. Mas o reajuste do valor aluno de 21,7% , PARA SE CHEGAR AO MENOS PIOR DOS PISOS, deve ser aplicado sobre o piso pago aos servidores, quando o atual piso pago por algum município for superior ao piso de R$ 1.024,00. MAS RESTOU CLARO QUE O PISO A SER DEFENDIDO É O DE R$ 1.597,00.

Debateram-se estratégias de luta, podendo variar de um panfleto a uma audiência pública, de uma paralisação. de advertência à greve geral. Foi sugerido um documento assinado por todas as lideranças sindicais do serviço público municipal no Estado do Ceará, requerendo ao governador Cid Gomes para retirar a assinatura da ADIN contra o piso em curso no STF.

Conclui-se que um sindicato em luta deve sempre queimar todas as etapas de negociação, como últimas estratégias paralisação e greve geral. Por fim, a judicialização do conflito deve ser a última alternativa. A prioridade deve ser a luta política do sindicato, só depois provocar o Ministério Público e o Poder Judiciário. Sobretudo quando uma greve tornar-se longa demais e estiverem suspensas as negociações. Foi chamada a atenção para necessidade de acompanhar prestação de contas da aplicação do FUNDEB passo-a-passo e de criminalizar os desvios do FUNDEB, bem como representar ao Ministério Público Federal por improbidade administrativa. Foram os principais encaminhamentos a nível municipal e a nível estadual.

A Nível Nacional foi sugerido que a CONFETAM (Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Brasil) acompanhasse a ADIN, contra a lei do piso, em curso no Supremo Tribunal Federal, conseguisse vaga na mesa do piso nacional, criada pelo MEC e articular uma audiência pública com o Procurador Geral da República em Brasília (DF).

No encerramento do evento, a FETAMCE patrocinou a distribuição de 100 livros: A VIOLAÇÃO DOS DIREITOS SOCIAIS DOS SERVIDORES MUNICIPAIS para todos os presentes: Sindicalistas, Sindicatos e seus assessores jurídicos presentes.



Fonte: Blog do Valdecy Alves.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Educação Fora de Foco


Os grandes problemas sociais que o Brasil enfrenta atualmente são frutos da desvalorização do professor e consequentemente da educação. Os professores ainda são vistos e considerados pelos agentes públicos e privados como um fazedor de milagres, como um boia-fria da educação, como um quebra galho, como um bico. Infelizmente o exercício do magistério no Brasil ainda é considerado um sacerdócio.

O professor não é considerado um profissional qualificado que merece respeito, dignidade e acima de tudo um salário justo. O trabalho do educador deveria ser considerado o mais nobre de uma nação.

Muitos professores pedem afastamento ou deixam a sala de aula, outros adoecem por não suportarem tamanha desvalorização. O estresse tem sido o companheiro número hum do educador brasileiro.

Podemos dizer que esta profissão está abandonada pelo poder público em todas as esferas (estadual, municipal e federal). Atualmente esse poder pouco tem ligado para a saúde mental e para qualidade de vida dos mestres.

Não existe outro caminho, outra solução para uma nação obter desenvolvimento e justiça social senão pela educação.

É preciso que aconteça uma revolução real no salário e na valorização do professor. Só desta forma a escola voltará a ser valorizada e a ter a sua importância reconhecida e valorizada pela sociedade.

Urgente se faz que o poder público foque o seu trabalho na valorização social, política e econômica do educador.

A educação do nosso pais vai continuar em ruínas enquanto o poder público não reconhecer a caótica situação financeira do professor brasileiro.

A educação não pode continuar desfocada da real situação social, política e econômica do educador. Se esse descaso, se essa política de desvalorização dos professores pelos agentes públicos continuar, aí sim, podemos dizer que não existe remédio para a educação brasileira.

É dever dos entes públicos valorizar o professor. Não existe educação de qualidade, não existe professor de qualidade, não existe escola de qualidade, não existe aluno de qualidade sem salário de qualidade.

Por isso mesmo, cada professor, em todo o Brasil, merece e precisa ser valorizado, com formação adequada e carreira atraente.

Educação de qualidade muda um pais. Eu, você, todos pela educação. Todos por um salário digno para os professores. Esse é o nosso dever de casa. É preciso salvar a educação brasileira.

Fonte: Paulo James Queiroz Martins/Maranguape-Ce.

Chuva intensa provoca destruição no município de Crato


No município de Crato, na região do Cariri, a intensa chuva das últimas horas provocou o caos no município. De acordo com boletim da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), a chuva foi de 162 milímetros.


A precipitação começou por volta de 1 hora da madrugada desta sexta-feira, 28, e gerou pânico em vários moradores. O canal do rio Granjeiro, que corta a cidade transbordou. Na maioria das ruas, o que predomina é lama. Várias residências da periferia desabaram, uma bomba de um posto de gasolina foi arrastada pelas águas e várias árvores desabaram.


O comércio está parcialmente fechado. Segundo informações compartinhadas no Twitter por moradores da cidade, várias lojas foram saqueadas. Policiais fazem ronda no centro de Crato, a fim de garantir a ordem.


Ainda segundo a Funceme, até 9h30min desta sexta-feira, 28, choveu em 107 municípios cearenses. A maior precipitação foi no Crato, com 162 milímetros. Chouveu forte também em Juazeiro do Norte, também na região do Cairiri, com 85 milímetros.

Fonte: Jornal O Povo.

Divulgada a lista de aprovados no Prouni


Programa distribui 123.170 bolsas de estudo para cursos superiores. Selecionados têm até o dia 4 de fevereiro para fazer matrícula.

O Ministério da Educação divulgou, nesta sexta-feira, os candidatos aprovados em primeira chamada para o Programa Universidade para Todos (Prouni), que distribui 123.170 bolsas de estudo em aproximadamente 1,5 mil instituições de educação superior de todo o País. Nesta primeira fase, foram pré-selecionados 117.644 candidatos — 79.823 para bolsas integrais e 37.821 para parciais.

Neste ano, o programa criado em 2004 recebeu número recorde de inscrições:1.048.631 candidatos. No ano passado, foram 822 mil inscrições, até então a maior marca.

- Veja se foi selecionado no site do Prouni ( Atenção! É preciso fornecer o número de inscrição no Enem e do CPF)

Os candidatos selecionados têm até 4 de fevereiro para comparecer à instituição de ensino na qual foram aprovados para confirmar as informações declaradas na inscrição e fazer a matrícula. Após esse prazo, caso ainda haja bolsas disponíveis, será feita uma segunda chamada de candidatos, em 11 de fevereiro. O programa oferece 80.520 bolsas integrais e 42.650 parciais, de 50% da mensalidade.

Para se inscrever no Prouni, era exigido dos candidatos a participação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2010 e uma nota mínima de 400 pontos na média das cinco provas (ciências da natureza; ciências humanas; linguagens e códigos; matemática; e redação). Quem zerou na redação foi desclassificado.

Agora, os candidatos aprovados precisam comprovar renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio, para garantir a bolsa integral. Por exemplo, um membro de uma família de quatro pessoas pode se inscrever se a renda somada das pessoas que trabalham for de até R$ 3.240. Já a bolsa parcial é destinada a quem tem renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos. Neste caso, a mesma família de quatro pessoas teria de receber menos de R$ 6.480. Os bolsistas também devem, obrigatoriamente, ter cursado todo o ensino médio em escola pública, ou como bolsista integral no caso de particular.


Fonte: IG Notícias.

Sob protestos, Egito impõe toque de recolher e aciona o Exército


Medidas, que têm objetivo de conter protestos sem precedentes, são anunciadas após confirmação de prisão domiciliar de ElBaradei.

Por causa de manifestações sem precendentes, o presidente egípcio, Hosni Mubarak, impôs um toque de recolher entre às 18h desta sexta-feira e às 7h de sábado (14h de sexta e 3h de sábado em Brasília) e incumbiu o Exército de se unir à polícia nos esforços de segurança para coibir as marchas contra seu governo. Inicialmente imposto no Cairo, na cidade portuária de Alexandria e em Suez, mais tarde o toque de recolher foi estendido para todas as cidades do país.

As medidas foram a mais dramáticas adotadas pelo governo para reprimir os protestos que começaram na terça-feira e derivaram em caos depois das preces desta sexta-feira.


Polícia tenta conter protestos na ponte Kasr Al Nile, no centro do Cairo, capital do Egito

O anúncio foi feito pouco depois de autoridades das forças de segurança do Egito informarem que o opositor egípcio Mohamed ElBaradei, Prêmio Nobel da Paz em 2005 e ex-chefe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), está sob prisão domiciliar. A polícia lhe informou que ele não pode deixar sua residência no Cairo depois de ter participado das manifestações.

Os manifestantes lotaram as ruas do Egito, arremessando pedras e entrando em confronto com a polícia, que respondeu com disparos de balas de borracha e de gás lacrimogêneo, nas cenas mais caóticas e violentas já vistas em desafio ao regime de 30 anos de Mubarak.

As cenas de violência durante os choques entre manifestantes e policiais tomaram conta das ruas do Cairo e de ao menos outras nove cidades.


No Cairo, pontes e estradas foram tomadas por manifestantes, que também atearam fogo na sede do governista Partido Nacional Democrático. As imagens da TV mostram o prédio, no centro da capital egípcia, em chamas.

Em Suez, manifestantes invadiram uma delegacia de polícia, roubaram armas e atearam fogo ao prédio. Choques também foram registrados na cidade de Alexandria, com informações de que os manifestantes atearam fogo na sede do governo. Há relatos também de choques em Mansoura e Aswan, assim como Minya, Assiut, Al-Arish e na Península do Sinai.

A confirmação da morte de um manifestante na cidade de Suez elevou para oito o número de vítimas fatais desde o início dos protestos, na terça-feira. Também houve a detenção de mais de mil manifestantes. Hamada Labib el-Sayed, um motorista de 30 anos, morreu com uma bala na cabeça quando a polícia tentava dispersar milhares de manifestantes que atacaram uma delegacia da cidade. Os manifestantes incendiaram oito carros da polícia e um posto policial do bairro de Arbayine.

As manifestações foram inspiradas na onda de protestos que culminou com a queda do presidente da Tunísia Zine el-Abidine Ben Ali, há duas semanas.

Bloqueio da internet e dos celulares

A oposição afirma que autoridades egípcias bloquearam serviços de internet e telefones celulares, em uma tentativa de impedir ou dificultar a organização de novos protestos. O governo nega as informações. Há relatos de que centenas de líderes da oposição foram presos de madrugada. Ao menos dez pertenciam à organização Irmandade Muçulmana, banida pelo governo.

Após as rezas de sexta-feira, milhares de pessoas seguiram a um chamado da oposição e se juntaram a protestos no centro do Cairo e de outras cidades egípcias, para pedir o fim dos 30 anos do governo Mubarak, aos gritos de "abaixo Mubarak" e "o povo quer que o regime caia".

Em vários locais, a polícia antichoques respondeu atirando balas de borracha, além de bombas de efeito moral e jatos d'água. Em uma praça perto de uma mesquita no bairro de Gizé, partidários de ElBaradei foram espancados pela polícia. Eles foram agredidos, segundo a imprensa local, ao tentar proteger ElBaradei, que chegou ao Cairo na quinta-feira para se juntar às manifestações.

Manifestantes também se reuniram em frente à mesquita Al-Azhar e perto de um das residências do presidente na capital.

A operadora de celulares Vodafone Egypt disse em nota: "Todas as operadores de celular no Egito foram instruídas a suspender seus serviços em áreas slecionadas. De acordo com a legislação egípcia, as autoridades têm o direito de emitir tal ordem e nós somos obrigados a cumprir."

Aberto ao diálogo

Horas antes do início dos protestos desta sexta-feira, o governo afirmou que estava aberto ao diálogo com a oposição, mas advertiu que tomaria "medidas decisivas".

O presidente americano, Barack Obama, descreveu os protestos como o resultado de "frustrações reprimidas" e disse que frequentemente sugeriu a Mubarak realizar reformas. Obama afirmou ter pedido ao governo e aos manifestantes que não recorram à violência.

Na noite de quinta-feira, sites como Facebook ou Twitter começaram a apresentar problemas, assim como o envio de mensagens por celular. Um internauta do Cairo, que pediu para se manter anônimo, disse à BBC que as mensagens de celular não estavam sendo recebidas.

O presidente Hosni Mubarak, que está no poder desde 1981, não foi visto em público desde o início das manifestações. A BBC apurou que chefes dos serviços de segurança teriam dito a Mubarak, de 82 anos, que podem conter qualquer excesso nas manifestações desta sexta-feira.

O governo do Egito quase não dá espaço a posições contrárias, e manifestações da oposição são frequentemente proibidas.

Fonte: IG Notícias.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Sacola plástica vira vilã do consumidor


Na mira do discurso da sustentabilidade, produção de sacolas plásticas está em queda livre. Inciativas de redução do uso partem de iniciativa privada e educação ambiental.

Campanhas em favor do uso de materiais sustentáveis e abolição das sacolas acarretaram em crise na indústria de sacolas flexíveis. O item sofreu quedas substanciais na produção nos últimos quatro anos. Em 2007 foram produzidas no Brasil 17,9 bilhões de unidades de sacolas plásticas; em 2008, a cifra caiu para 16,4 bilhões, uma queda de 8,4%. Um ano depois a produção foi de 15 bilhões. Já em 2010, segundo estimativa da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), a queda foi de 20%.

Com previsão de mais redução na produção, o setor acelera o processo de adaptação às sacolas “ecologicamente corretas”. Atualmente, 18% das embalagens flexíveis produzidas no Brasil são consideradas ecológicas, de acordo a Res Brasil, representante da marca de aditivos dw2 para fabricação de componentes de baixo impacto ambiental. “A diferenças dessas sacolas é que elas são aditivadas, se degeneram em três meses, enquanto uma sacola comum leva séculos”, explica Eduardo Góis, da Res Brasil.

O presidente do Sindiembalagens, Hélio Perdigão, ressalta que a crise é específica da sacola, mas a indústria de artefato plástico, de modo geral, segue em crescimento. “O mundo depende do plástico. O que precisa ter é um incentivo à reciclagem, que deixa o planeta mais limpo”.

Hélio Perdigão também aponta a necessidade de mais incentivo do poder público às empresas que trabalham com produtos reciclados. No ano passado, o Governo do Estado anunciou um pacote de incentivo às empresas recicladoras, mas não há lei regulamentada sobre o assunto no Ceará.

Ígor Ferreira, proprietário da BG Embalagens, diz ter percebido mudança no comportamento de seus clientes. “Faz uns cinco anos, eu não sabia o que era ecobag, nem meus clientes. Hoje todo mundo procura”, diz o comerciante. Há três anos nas prateleiras da BG Embalagens, as ecobags (redução de ecologic bag – sacola ecológica, em inglês) representam cerca de 15% do faturamento da loja.

“A ecobag ainda tem a desvantagem de ser muito cara. Em alguns casos uma unidade é o mesmo preço do milheiro de sacola (plástica) comum”, aponta Ferreira. O modelo de sacola ecológica mais barato que ele vende custa R$ 2,49. “Mas você só precisa comprar uma e acabou”, destaca.

O presidente do Sindiembalagens, Hélio Perdigão, recomenda a substituição gradativa das sacolas plásticas - 90% delas acabam no lixo ou nas ruas - por embalagens de papelão. “É mais fácil de reciclar, polui menos e uma sacola de papelão substitui três de plástico”, conclui.



O quê

ENTENDA A NOTÍCIA

No Brasil, 18% das sacolas fabricadas em 2010 são consideradas ecológicas. Essa meta era esperada para 2014, o que mostra que a indústria está apressada em se adaptar à educação ambiental dos consumidores.



USO DE SACOLAS NO MUNDO

Alguns países têm leis que restringi o item

Itália proibiu este ano o uso das sacolas.

Holanda só fornece sacola plástica paga

Irlanda cobra 15 centavos de euro por sacola plástica.

Na China é proibida a sacola plástica gratuita.

Nos EUA as sacolas de papelão são mais comuns no País. Mas ainda há consumo de sacolas plásticas. A primeira cidade americana a banir o uso do material foi São Francisco, em 2007.

No Brasil, em Espírito Santo e Belo Horizonte vigoram leis que proíbem o uso de sacolas plásticas.

Fonte: Jornal O Povo.

Críticas indiretas a Cid marcam solenidade


A titular da Semace deixou nas entrelinhas dificuldades de gestão frente às divergências com Cid Gomes. E ofereceu a música ''Apesar de Você'', de Chico Buarque.

O livro fotográfico da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) tornou-se, na manhã de ontem, mero coadjuvante em sua própria solenidade de lançamento. No auditório do órgão, o evento mais parecia uma grande homenagem à superintendente da Semace, Lúcia Teixeira, que deixa o órgão hoje, após pedir demissão por “divergências de olhar sobre o meio ambiente” com o governador Cid Gomes (PSB).

Apesar das homenagens de servidores e do discurso de despedida, nada foi dito sobre a real motivação de Lúcia para pedir demissão, na última segunda. Tudo ficou nas entrelinhas, a começar pela música que ela ofereceu aos presentes antes da abertura do evento. “Hoje você é quem manda, falou tá falado, não tem discussão, não”, dizia a letra de “Apesar de Você”, de Chico Buarque de Holanda.

“Eu escolhi essa música porque ela é bastante simbólica”, explicou Lúcia, com voz trêmula, ao iniciar sua fala. Ao usar a música, a ainda titular da Semace faz aparente alusão às dificuldades que já afirmou ter tido para gerir o órgão ambiental frente às divergências de olhar com o governador. Ela foi composta no período da ditadura militar, quando as críticas ao regime tinham de ser feitas de maneira subliminar para burlar a censura.

A procuradora Sheila Pitombeira, do Ministério Público Federal, elogiou o respeito de Lúcia pela Semace e disse ficar “irada” quando ouve alguém falar mal do órgão. “Ela tem a altivez de quem sabe crescer com consciência (ambiental). Não se trata de ser ecoxiita, como muitos dizem, mas de responsabilidade com o meio ambiente”, alfinetou.

Três servidores subiram ao palco do auditório para cantar uma música de Roberto Carlos para a superintendente. “Amigos eu ganhei, saudades eu deixei partindo”, ajudavam em coro e em palmas os demais funcionários do órgão. Ela recebeu flores e manteve os olhos cheios de lágrimas durante o evento. “A senhora brilhou aqui, por sua simplicidade”, disse uma servidora ao microfone. Na segunda-feira passada, Lúcia já havia reunido os servidores do órgão para comunicar seu pedido de demissão.

Agora, Lúcia deve retornar à função de procuradora da Procuradoria Geral do Estado (PGE). O órgão é chefiado pelo procurador-geral Fernando Oliveira, autor da lei que facilita a concessão de licenças ambientais para algumas obras públicas, matéria que provocou o pedido de demissão dela.

O motivo da saída
A crise instaurada entre a superintendente da Semace e o Governo resultou do projeto que facilita a concessão de licenças ambientais para algumas obras públicas. Enviada por Cid Gomes à Assembleia, a matéria foi aprovada após ter artigos alterados. Além de questionar a “dispensa” de licença ambiental, como o texto previa anteriormente, Lúcia criticou a intervenção do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam) nas concessões de licença ambiental. Função até então exclusiva da Semace.



A convite de Cid, Lúcia assumiu a Semace em junho de 2009, após afastamento do ex-superintendente do órgão, Herbert Rocha. Ele foi preso na Operação Marambaia, acusado de conceder licenças a construções irregulares.



Por quê

ENTENDA A NOTÍCIA

Uma crise foi instaurada no governo Cid quando o Executivo enviou ao Legislativo matéria que facilita licenças ambientais para algumas obras públicas. A titular da Semace criticou a medida e, em seguida, pediu demissão.

Fonte: Jornal O Povo.

UNIVERSITÁRIOS DE MORAÚJO PODERÃO TRANCAR SEUS CURSOS POR FALTA DE TRANSPORTE


Mais um vestibular e nossos moraujenses continuam de parabéns. É grande o número de aprovados no vestibular da UVA e o que nos deixa mais orgulhosos é saber que a maioria vem de famílias carentes, que a única renda é o plantio ou a pesca, sempre estudaram em escolas públicas e por isso merecem todo o nosso respeito. Porém, não é bem isso que a nossa administração vê em relação aos nossos universitários.

Já postamos uma matéria aqui, sobre o corte do transporte universitário. E para desespero de todos, neste ano também não haverá transporte. E agora? Cortar as asas desses estudantes que sonham terem uma formação digna, seria justo?
Em nossa cidade, podemos encontrar famílias com dois ou três filhos na UVA e sem condições nenhuma de pagar transporte ou casa para eles. O dinheiro que ganham é para comprar as apostilas da faculdade.
Alguns pais já foram falar com a administração e não obtiveram êxito. As aulas começarão a partir do dia 31 deste mês e todos se desesperam.
Segundo fontes, parece que a resposta sairá depois do carnaval. Até lá nossos estudantes terão que pedir ajuda ou o pior de tudo, trancar o curso.
Lembro-me muito bem de um discurso feito pelo nosso atual prefeito, Jurandir, onde ele prometia acabar com a evasão dos nossos jovens. Não sabia que ele estava falando em prendê-los na cidade.
Que tal começar, ajudando esses meninos a se formarem? Afinal, estará fazendo o bem para a nossa cidade.

Fonte: Blog Grita Moraújo.

QUANDO DIVULGAREMOS UM FATO DESSE AQUI EM COREAÚ?


"Santander e Caixa pagam multa por desrespeito à lei dos 15 minutos"
Duas agências bancárias do Centro de Salvador foram autuadas na manhã desta terça (25), por desrespeitarem a chamada “Lei dos 15 minutos”. As unidades do Santander e da Caixa Econômica Federal devem pagar multa de R$ 5 mil, por não cumprirem as determinações da Lei Municipal 5.978/01, que estipula o tempo máximo de 15 minutos para que o cliente seja atendido."

Do Blog: Espera-se que as instituições bancárias de Coreaú cumpram também as determinações vigentes, pois o que se vê são demoras no atendimento, extrapolando os 15 minutos.

Fonte: Blog Sobral de Prima.

CIDADANIA - RESPEITO AOS SEUS DIREITOS - SÓ COM SUA PARTICIPAÇÃO - VOCÊ É O PROTAGONISTA


O Brasil nunca teve uma Constituição tão bela, nunca tantos direitos humanos universais foram previstos em normas nacionais, mas também nunca houve tantas violações, pois o direito existe no papel e não é respeitado, deixando de ser uma realidade no dia-a-dia de cada um. O curioso é que ao lado dos direitos, das violações, ainda existem as ferramentas para torná-los reais, porém ao mesmo tempo as pessoas nunca foram tão omissas, esperando receber tudo nas mãos, como se participar, reivindicar, indignar-se, ir à luta, fosse um dever dos outros.

A cultura vigente parece ser: - QUERO RESPEITO AOS MEUS DIREITOS! Mas nada faz para que tal respeito vire realidade. Pessoas omissas, a espera de um milagre, NÃO SABEM QUE SEM SUA PARTICIPAÇÃO, SEM A SUA PARTE, NUNCA EXISTIRÁ DEMOCRACIA E A CIDADANIA NUNCA PASSARÁ DE UMA UTOPIA.

Cada um é protagonista da luta que dará a medida do índice de cidadania que terá em sua vida. E parte da cidadania que o outro está construindo, veja bem, CONSTRUINDO, não esperando olhando para cima.

Alguns exemplos em leis do dever do seu protagonismo, do seu direito e dever de participar, o que vale para vida profissional, social, pessoal:




Na Constituição Federal

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.

Art. 206. O ensino será ministrado com base nos seguintes princípios:
VI - gestão democrática do ensino público, na forma da lei;

O mesmo previsto quanto a participar da preservação do meio-ambiente, do patrimônio histórico, da política do idoso, etc.

Artigo 1º da Lei Federal nº 9717/98

Art. 1º - VI - pleno acesso dos segurados às informações relativas à gestão do regime e participação de representantes dos servidores públicos e dos militares, ativos e inativos, nos colegiados e instâncias de decisão em que os seus interesses sejam objeto de discussão e deliberação;

Na Filosofia

“ É reprovável para o ser humano importunar os deuses com muitas súplicas.”
(Sêneca – Pensador Estóico Romano)

“ A vida e a liberdade, só as merece aquele que sem cessar tem de conquistá-la.”
(Rudolf Von Ihering – Jurista Alemão)

“ Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida. Ninguém, exceto tu, só tu.”
(Friedrich Nietzsche – Filósofo alemão)

Até que o sol não brilhe, acendamos uma vela na escuridão.
(Confúcio – Pensador Chinês)

O ser humano tem de se inventar todos os dias, não é nada mais do que aquilo que faz a si próprio. O ser humano está condenado a ser livre.
(Jean Paul Sarte – Filósofo Francês)


Encerro meu artigo com uma poesia de Maiakovsky, concluindo que o brilho deve começar com sua luta, tem que ser primeiro, de dentro para fora. Há mel na colméia, ela é doce. MAS FRUTO DO TRABALHO DE TODOS, DA PARTICIPAÇÃO. Ai de quem esperar do Estado, seja Poder Executivo, Seja Legislativo, Seja Juidiciário a plena realização da cidadania. Pior ainda quem esperar que os deuses realizem seus sonhos. À LUTA, POIS!


Brilhar para sempre,
brilhar como um farol,
brilhar com brilho eterno,
gente é para brilhar,
que tudo mais vá para o inferno,
este é o meu slogan
e o do sol.

Fonte: Blog do Valdecy Alves.

Rio Acaraú inunda áreas em Morrinhos


Defesa Civil de Morrinhos aponta que cerca de 500 famílias foram afetadas pela cheia do Rio Acaraú

Morrinhos. As comportas do Rio Acaraú, em Sobral, foram abertas na tarde de terça-feira, devido ao grande volume de água que recebeu no dia. Como consequência, as águas do rio inundaram áreas no Município de Morrinhos, onde centenas de famílias amanheceram ilhadas.

A enchente seguiu por todo o percurso até desaguar no Oceano Atlântico, no Município de Acaraú. Segundo a coordenação da Defesa Civil de Morrinhos, moradores das localidades situadas à margem esquerda do rio foram as mais afetadas, mas pessoas que moram na margem direita, no lado da sede, também sofrem com a cheia. "A situação já começa a trazer preocupação. Esperamos contar, a partir de agora, com a colaboração da Defesa Civil do Estado para amenizar a situação", disse o coordenador local, Ossian Dias.

Ele informou que várias crianças não puderam ir à escola ontem por conta da enchente. "O prefeito Jerônimo Brandão já está providenciado a retirada dessas famílias para um local mais seguro", afirmou.

O comerciante José Dimas dos Santos, dono de um bar na margem direita do rio, contou que a água começou a subir por volta das 23h e que houve pouco tempo para retirar as mercadorias. O bar ficou parcialmente submerso. "Quando vi que a água estava subindo corri para retirar cadeiras e mesas. Muita mercadoria foi arrastada pela água e aquilo que ficou está debaixo d´água agora", disse José Dimas, que na manhã de ontem procurava salvar o que ainda restava dentro do barraco.

Resgate

A Defesa Civil acredita que pelo menos 500 famílias das localidades de Jucumanso, Poço Branco, Salgado, Espinho dos Lopes, Tucunduba e Beira Rio foram afetadas. Ossian Dias adiantou que se essas pessoas não forem retiradas num prazo de três dias a situação poderá se complicar. "Nós adquirimos um barco para auxiliar no resgate dessas pessoas que se encontram nesse momento ilhadas", disse o prefeito Jerônimo Brandão, que visitou a área ribeirinha na manhã de ontem.

Para o secretário da Infraestrutura de Sobral, Irismar Azevedo Filho, a abertura das comportas foi necessária devido ao grande volume d´água que atingiu o leito rio. Para que a operação fosse realizada sem causar grandes danos, foram mobilizadas equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, da Secretaria da Infraestrutura e Cogerh.

"Abrimos as comportas de uma forma controlada a fim de evitar que enxurrada tomasse de conta do rio rapidamente", disse Irismar Filho. Até a manhã de ontem o nível do rio permanecia inalterado. Em Sobral, a cheia do rio assustou os moradores da Rua Benjamin, no Bairro Pedrinhas, abaixo das comportas. Por todo dia de ontem ficaram em sinal de alerta. De acordo com o coordenador da Defesa Civil no Município, Jorge Vasconcelos Trindade, um abrigo já foi improvisado para, no caso de inundação das residências situadas em área ribeirinha, os moradores serem removidos.

A Associação dos Municípios e Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) promove, hoje pela manha, reunião no auditório do BNB Passaré, em Fortaleza, para debater a quadra de chuvas deste ano e planejar ações preventivas contra possíveis calamidades. Participam prefeitos e representantes da Defesa Civil do Estado e Nacional, Funceme e prefeitos cearenses. À tarde, promove reunião inaugural com o novo presidente do TCM, Manoel Beserra Veras.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

Professora é condenada a 12 anos de prisão por abuso de aluna


professora de matemática Cristiane Teixeira Barreiras, 33, foi condenada a 12 anos de prisão por 'estupro de vulnerável' pelo juiz Alberto Salomão Júnior, da 2ª Vara Criminal de Bangu, na zona oeste do Rio. Ela foi presa no dia 27 de outubro acusada de manter um relacionamento com uma aluna de 13 anos.

O juiz decidiu ainda que a professora não poderá apelar em liberdade. Ela está no presídio de Bangu 8, na zona oeste do Rio.

Barreiras foi detida após denúncia da mãe da menina, que relatou à polícia que a filha estava desaparecida havia dois dias. Estudante e professora teriam passado os dias num motel. Cristiane dava aulas para a menina em uma escola municipal de Realengo, na zona oeste. A prefeitura e o Estado, onde ela também dava aulas, afastaram a docente do cargo.

Na sentença, o juiz afirma que a acusada não negou ter vivido um relacionamento com a menor e que os encontros ocorriam em um motel e no carro da professora. À Justiça, a aluna declarou que 'sentia um grande amor pela acusada' e que pretendia viver com a professora para toda a vida.

Em dezembro, a advogada da professora, Vanuce Barros, afirmou que a cliente havia dito em depoimento no Fórum de Bangu que havia se arrependido do crime e que, se houvesse uma autorização judicial, sairia do Estado para evitar contato com a menor.

Fonte: Bol Notícias.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

'Estou lutando para não morrer', afirma Alencar.


Médicos fizeram série de recomendações para viabilizar participação do ex-vice; Dilma e Lula acompanharam o ex-vice.

Fora do hospital pela primeira vez desde 22 de dezembro, o ex-vice-presidente José Alencar disse hoje que se coloca nas mãos de Deus, mas que segue lutando para não morrer. Homenageado nesta terça-feira com a Medalha 25 de Janeiro, durante o aniversário da cidade de São Paulo, Alencar falou sobre sua luta contra o câncer que o acomete desde a década de 90 e se agravou nos últimos meses.

Alencar foi homenageado com a Medalha 25 de Janeiro

"Ainda não estou bem. Estou bem melhor, mas ainda não estou bem", disse o ex-vice, que foi acompanhado pela presidenta Dilma Rousseff e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na cerimônia, cujo anfitrião era o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM). "Eu faço a minha parte e estou lutando para não morrer", completou o empresário.

Apesar de enumerar desafios que enfrentou ao longo do tratamento - como um infarto e um endema pulmonar que, segundo ele, quase o "matou" - Alencar não perdeu o bom humor. Disse que aprendeu com Lula que os discursos têm de ser como "os vestidos das mulheres". "Nem tão curtos que nos escandalizem, nem tão longos que nos entristeçam".

Sua participação no evento, entretanto, ocorreu sob rigido controle dos médicos. Ele foi autorizado apenas a fazer um breve pronunciamento e receber a medalha. Foi providenciada uma ambulância para acompanhar o ex-vice, sob orientação do cardiologista Roberto Kalil Filho. Os médicos apresentaram à prefeitura uma série de recomendações para viabilizar a participação de Alencar no ato. Pediram, por exemplo, que o ambiente fosse o mais ventilado possível.

Durante o evento, Alencar emocionou os convidados ao comemorar comemorou o atual momento de sua vida, apesar do tratamento médico. “Se eu morrer agora vou morrer feliz. A situação não poderia estar melhor para mim. O Brasil inteiro está rezando por mim. Não tem como melhor ar”, disse o ex-vice.

O otimismo de Alencar contagiou os demais participantes do evento. Encarregado de fazer uma saudação ao homenageado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse esperar em breve poder brindar a recuperação do ex-vice com a cachaça Maria da Cruz, produzida pelo próprio Alencar. Anfitrião do evento, Kassab também fez uma piada ao dizer que aumentaram os pedidos de consulta com a equipe médica do ex-vice. “Ele está melhor agora do que quando entrou”, brincou Kassab.


Última a discursar, Dilma chegou a ficar com os olhos cheios de água ao falar da “lição de dignidade” que Alencar dá ao país. “É muito simbólico que seja aqui em São Paulo essa homenagem a um homem com forte espírito empreendedor e cívico”, disse ela, que fez uma citação especial à mulher de Alencar, Mariza Campos Gomes da Silva.

Embora fosse um evento festivo, a homenagem teve forte simbolismo político. Foi o primeiro encontro público entre Dilma e Lula desde o início do governo. Foi também a primeira vez que Lula apareceu em público desde que deixou o governo, agora no papel de coadjuvante, explicitado por Dilma, que fez questão de lembrar que a “maior autoridade” do dia era Alencar.

O ex-presidente optou pela discrição. Consultado pelo cerimonial da prefeitura sobre a possibilidade de discursar, Lula declinou. Ele passou o tempo todo ao lado de Alencar, com quem trocava comentários e sorrisos ao longo da cerimônia.

Roteiro restrito

Após o evento, Alencar pediu aval dos médicos para almoçar no apartamento onde mora, no bairro dos Jardins, na capital paulista. A equipe do Hospital Sírio-Libanês concedeu a autorização e estuda a possibilidade de permitir que o ex-vice passe a noite em sua casa. Ele passará por uma avaliação médica no fim do dia, para avaliar se tem condições de permanecer fora do hospital.

Alencar queria ter participado mais cedo da missa em comemoração ao aniversário de 457 anos da cidade de São Paulo, mas os médicos não concederam autorização. Mariza desculpou-se com Gilberto Kassab pela ausência do marido.

A missa, realizada logo cedo na Catedral da Sé, teve a presença de partidários do governo Dilma e adversários da administração federal. Além da mulher e o filho de Alencar, Josué Gomes da Silva, também compareceram o deputado eleito Gabriel Chalita (PSB), o governador Alckmin e a primeira-dama do Estado, Lu Alckmin.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também receberia a Medalha 25 de Janeiro nesta terça-feira, mas teve de se ausentar da cerimônia por causa de um compromisso internacional. Já Alencar foi acompanhado da presidenta Dilma e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Fonte: IG Notícias.

Flamengo bate o Bahia e conquista seu segundo título da Copinha



Diante da torcida que era maioria no Pacembu, time carioca venceu por 2 a 1 e ficou com o troféu.

torcida compareceu. A invasão do Pacaembu aconteceu. E para coroar a todos os presentes no estádio, um grande jogo de futebol entre Flamengo e Bahia, que deu ao time carioca o segundo título da Copa São Paulo de Futebol Júnior na sua história. Destaque para os autores dos gols: Frauches e Negueba. Não menos importante, o artilheiro Rafael descontou para o Bahia.

Essa era a primeira vez que o Bahia chegava à final. Já o Flamengo havia conquistado o título em 1990, numa geração que contava com Djalminha, Marcelinho Carioca, dentre outros. A torcida do clube, imensa maioria no Pacaembu, agora espera que Adryan, Negueba, Rafinha e Thomas brilhem no profissional assim como fizeram nesta manhã.


Flamengo recebe taça da Copa São Paulo de Futebol Júnior

O jogo

A partida começou a todo vapor. Com o Pacaembu recheado de torcedores, os garotos queriam mostrar futebol na quente manhã na cidade de São Paulo. Mais calmo que o Bahia, o Flamengo pressionou nos minutos iniciais com os meias Rafinha e Adryan, e logo chegou ao primeiro gol.

Após jogada da dupla, a bola saiu em escanteio. Adryan bateu, a zaga não conseguiu afastar e Frauches dominou livre. Mostrando categoria de atacante, o zagueiro bateu de esquerda e não deu chances de defesa para Renan.


Um pouco atordoado, os baianos ainda sofreram com as investidas de Negueba, mas logo começaram a equilibrar as ações. Rafael, grande destaque da equipe, ameaçou em duas oportunidades, mas parou no goleiro César. Na terceira, no entanto, ele não perdoou.

Após cobrança de escanteio, César saiu mal e a bola ficou viva na área. Rafael tentou cabecear, mas Marllon fez falta no atacante. Pênalti, batido e convertido por ele mesmo, empatando o duelo.

Depois da igualdade, as duas equipes apostavam na correria, mas na hora de finalizar. Até o apito final do árbitro foram mais duas chances, uma para cada lado. A primeira com Muralha, arriscando de muito longe e quase surpreendendo Renan, e a outra com Brendon, batendo falta da intermediária. A bola desviou na barreira e deu trabalho ao goleiro rubro-negro.

Já no começo da segunda etapa, os times mostraram que não queriam saber de empate. Brendon de um lado e Rafinha do outro inferinzavam as zagas, mas pecavam na finalização. Talvez por causa do forte calor, o ritmo acabou diminuindo. A única boa chegada até os 20 minutos foi um belo chute de Felipe, que César espalmou para escanteio.

Porém, após o marasmo, veio a explosão rubro-negra. Thomas sofreu pênalti de Dudu, que acabou levando o segundo amarelo e foi expulso. Na batida, Negueba mandou no Çangulo, sem chances para Renan, explodindo a torcida.

Com o gol e a expulsão, o Bahia pouco conseguia fazer. Enquanto isso, o Flamengo tocava a bola na frente e não deixava o adversário respirar. Thomas, Negueba e Pedrinho perderam algumas chances de fazer o terceiro na cara de Renan. O castigo quase veio com Laércio no fim, mas o goleiro César fez excelente defesa, salvando o time e aliviando a torcida, que explodiu em festa com o apito final do árbitro.

O goleiro Cesar, do Flamengo, fechou o gol, mas não conseguiu defender pênalti cobrado por Rafael

Fonte: IG Notícias.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Degradação ambiental compromete curso das águas


Com um passado de glória, o Rio Acaraú hoje vive em alerta contra a poluição, desmatamento e extinção de espécies

Monsenhor Tabosa. Um rio morto. Esta foi a constatação que diversos estudiosos, pesquisadores e moradores do Rio Acaraú fizeram sobre ele. O lixo e o assoreamento, decorrente do desmatamento da mata ciliar e da retirada da calha, são os dois "bichos-papões" do rio.

Este gigante de 375km de extensão, no entanto, sobrevive e faz viver muitas famílias, Municípios, animais, matas e a Zona Norte, como pode ser visto no percurso da nascente à foz. Ele é também o principal da bacia hidrográfica que leva seu nome.

Surge timidamente. A cada gota de água brotada do chão ou caída sobre as pedras próximas às nascentes, o Rio Acaraú vai tomando sua forma. Suas duas nascentes estão localizadas na Serra das Matas, no Município de Monsenhor Tabosa, a 306km de Fortaleza. O local é considerado o ponto mais alto do Estado, com 1.145m de altitude.

O primeiro trecho do leito do Acaraú já foi sinônimo de fartura, devido a sua boa água para cultivo. "Há 40 e poucos anos era tudo lindo. Engenhos de cana, plantações de banana. Hoje não se planta mais nada, ´tá´ tudo devastado", conta o comerciante Fernando Ferreira de Melo. Sua queixa se repete ao longo do Acaraú.

Em estudo realizado pelos professores Marcos José Nogueira de Sousa e Maria Lúcia Brito da Cruz, da Universidade Estadual do Ceará (Uece), "Análise geoambiental e mapeamento das áreas degradadas susceptíveis à desertificação na Bacia Hidrográfica do Acaraú", é constatado que "a especulação imobiliária, o desenvolvimento do turismo e da carcinicultura, o crescimento desordenado dos núcleos populacionais, o incremento agroindustrial, o manejo de irrigação nos agropólos - perímetros irrigados - como Araras Norte e Baixo Acaraú, a incorporação de terras para agricultura, desmatamento, ablação dos solos e a desertificação estão entre os principais problemas de degradação ambiental".

A professora e pesquisadora Maria das Graças Farias Medeiros, filha de Tamboril, testemunhou o tempo de glória da sua região por conta das águas do Acaraú. Agora se debruça em trabalhos de pesquisa e sociais para resgatar o rio. "Quando a tâmara florescia, indicava um bom inverno. A gente tinha um rio verde e hoje é mais plantação de capim", afirmou.

As cenas de devastação não se restringem, no entanto, à plantação de capim. Além dela, queimadas nas margens, retirada desordenada de areia, muito esgoto despejado nas águas do Acaraú preocupam moradores e gestores.

Nos 13 Municípios visitados, a realidade do rio é a mesma, e em alguns casos pioram devido às atividades econômicas e práticas desordenadas. Em Tamboril, na passagem molhada que corta a cidade, a água não passa por lá, decorrente da destruição e também da estiagem do ano que findou.

Em Varjota, onde está localizado o principal reservatório da Bacia Hidrográfica do Acaraú, o Açude Paulo Sarasate, o assoreamento também já prejudica a atuação do açude conhecido como Araras. O reservatório perdeu 15% de sua capacidade devido ao fenômeno. O "Araras" é responsável por tornar o Rio Acaraú perene.

Apesar da grande quantidade de macrófitas no espelho d´água, em Sobral, e uma das margens do rio está coberta de lixo e de esgoto sendo despejado diretamente no Acaraú, o diretor técnico da Saae, José Alberto Rodrigues de Andrade, afirmou que "o esgoto que cai no Rio hoje é das lagoas de tratamento. Não é água potável, mas serve para irrigação".

Com tantas mudanças no trato do rio, a consequência foi quase o total desaparecimento da mata ciliar e dos animais que viviam à sua margem. A vegetação predominante é a Caatinga. A mata ciliar que resta no Acaraú pode ser vista na margem do leito do médio e baixo curso do rio. Durante as cheias, muitos Municípios sofrem com inundações e enchentes devido à descaracterização do leito dos rios. A água vem descendo e, não encontrando seu caminho, ocupa outros espaços.

Quanto aos animais , há registro de papagaios, preás, canários, cutia, guaxinim, onça, raposa, veado, caititu, jacu, seriema, garças, afora os peixes e mariscos. Infelizmente, a incidência desses bichos têm caído a cada dia. "A gente encontra ainda, mas é difícil porque estão todos em extinção", contou o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Acaraú (CBHA), Alexandre Bessa Cavalcante.

No estuário - espaço em que o rio se encontra com o mar -, preferencialmente nos bancos de areia e canais que fazem intercomunicação com o apicum, a extração de mariscos é feita diariamente pelas famílias. Lá são encontrados unha de velho, búzios (Anomalocardia brasiliana), concha e intã (Donax striatus). (E.L.)

Os problemas encontrados na Bacia Acaraú

A bacia do Rio Acaraú apresenta uma significativa diversidade ambiental, incluindo enclaves de serras úmidas, sertões, vales e ambientes litorâneos. Alguns problemas ambientais e de impactos negativos são comuns a esses ecossistemas. Outros adquirem peculiaridades próprias de cada um.

Dentre os problemas, destacam-se: desmatamentos desordenados, degradação da biodiversidade, erosão dos solos, queimadas, caça predatória, degradação de nascentes fluviais, deterioração do patrimônio natural, desequilíbrios ecológicos, expansão da desertificação, poluição dos solos e dos recursos hídricos, a degradação dos manguezais na área estuarina, degradação das matas ciliares das várzeas e das matas úmidas nas serras; expansão dos processos de desertificação nos sertões.

Eles afligem quase toda a população da bacia e têm sérias repercussões na qualidade de vida das populações rural e urbana. Nas ações a serem empreendidas, as propostas de curto, médio e longo prazos devem ser implementadas para a prevenção e recuperação das áreas mais vulneráveis às secas e à degradação ambiental; estimular a organização dos comitês de bacias para melhor gerir as disponibilidades dos recursos hídricos; incentivar as práticas de educação ambiental; contribuir, enfim, para a articulação entre órgãos governamentais e não governamentais, visando um estilo de desenvolvimento compatível com as necessidades de conservação ambiental e com equidade social desta que é a segunda bacia hidrográfica mais importante do Ceará.

*Geógrafo, doutor em Geografia Física pela Universidade de São Paulo (USP) e professor titular da Uece. Atua na área de Geociências, com ênfase em Geomorfologia. É um dos autores da pesquisa "Diagnóstico Geoambiental da bacia hidrográfica semiárida do Rio Acaraú: subsídios aos estudos sobre desertificação".

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

Sai a lista dos aprovados no Sisu


Com um dia de antecedência, saiu a lista dos aprovados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que já está disponível para consultas no portal do Sisu na internet.

O sistema unifica a oferta de vagas em instituições públicas de ensino superior e recebeu 2 milhões de inscrições nesta edição.

O processo de seleção é feito, exclusivamente, pelas notas obtidas pelos estudantes na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enen). Participaram do processo seletivo, este ano, 83 instituições de ensino superior, das quais 39 universidades federais, cinco universidades estaduais, 38 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e uma instituição isolada.

Mais de 2 milhões de inscritos

O Sisu recebeu 2.020.157 inscrições até as 23h59 do dia 20, quando foi encerrado o prazo para cadastramento dos alunos interessados em disputar uma das 83 mil vagas.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 1.080.194 alunos participaram da seleção. Cada candidato escolheu até dois cursos, por ordem de prioridade. Os alunos aprovados deverão se matricular nas instituições de ensino entre os dias 27 e 31 de janeiro.

Quem for selecionado para a segunda opção ou não atingir nota mínima para entrar em nenhum dos cursos selecionados permanece no sistema, que fará mais duas chamadas subsequentes, previstas para os dias 4 e 13 de fevereiro.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Blog do SINDPROC comemora mais de 12.000 acessos


A Diretoría do SINDPROC-Sindicato dos Professores de Coreaú-Ceará, agradece aos visitantes do nosso Blog: www.sindproc.blogspot.com e comemora junto a todos a obtenção de mais de 12.000 acessos. Agradecemos a todos e reafirmamos o compromisso de continuarmos mantendo o nosso Blog atualizado e com a mesma qualidade de noticiários. Obrigado a todos!!!!!!!

Fonte: Blog do SINDPROC.

Sisu recebe mais de 2 milhões de inscrições



O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) recebeu 2.020.157 inscrições até as 23h59 de ontem (20), quando foi encerrado o prazo para que os alunos interessados em disputar uma das 83 mil vagas se cadastrassem no site. A lista dos selecionados em primeira chamada será divulgada segunda-feira (24).

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), 1.080.194 alunos estão participando da seleção, já que cada candidato pode escolher até dois cursos, elegendo sua prioridade. Os alunos aprovados deverão se matricular nas instituições de ensino entre 27 e 31 de janeiro, sempre em dias úteis.

Quem for selecionado para a segunda opção ou não atingir nota mínima para entrar em nenhum dos dois cursos selecionados pode permanecer no sistema e ser convocado nas duas chamadas subsequentes, previstas para os dias 4 e 13 de fevereiro.

As inscrições do Sisu começaram no domingo (16) e estavam programadas para terminar na quarta-feira (18), mas foram prorrogadas por decisão da Justiça. Nos primeiros dias, os estudantes enfrentaram dificuldades para entrar no sistema, que ficou sobrecarregado em função do grande volume de acessos. Segundo o MEC, a situação já foi normalizada.

Na segunda-feira (17) à noite, ocorreu outro problema depois que o site foi retirado do ar por meia hora para manutenção. Os alunos que acessaram o Sisu por volta das 20h se depararam com páginas de inscrição com informações de outros candidatos. Mas o MEC nega que houve “vazamento de dados” e diz que as informações não puderam ser alteradas por outros estudantes nesse período.

Fonte: Agência Brasil.

Juiz libera acesso às provas corrigidas



Decisão judicial da 7ª Vara Federal no Ceará manda que as correções das provas do Enem sejam apresentadas aos alunos. Também determina prazo para recursos. A liminar vale para estudantes de todo o Brasil.

Uma decisão da Justiça Federal no Ceará determinou que os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2010, tenham acesso às provas corrigidas ou ao “espelho” com a solução considerada correta pelos avaliadores. A determinação vale para estudantes de todo o País e foi assinada pelo juiz substituto da 7ª Vara Federal no Ceará, Leopoldo Fontenele Teixeira.

A resolução atende a um pedido do Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE), que solicitou à Justiça o acesso dos alunos às provas corrigidas e a suspensão da divulgação do resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que teve as inscrições encerradas na noite de ontem. Esse último ponto não foi acatado pelo juiz.

Outro item na decisão dita que, a partir da posse das provas corrigidas, os estudantes têm um prazo de 10 dias para interpor recursos ao Ministério da Educação (MEC), podendo discordar das correções apresentadas. Não se sabe ainda como isso será feito, já que o MEC não se manifestou sobre o assunto. Até o início da noite de ontem, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não fora comunicado oficialmente da decisão.

Surge, então, mais confusão entre os estudantes. Ninguém sabe o que fazer. André Bruno, de 19 anos, não teve boas notas no Enem. E quer saber em quê falhou. Mas acha que a decisão não fará tanta diferença. “O tema da Redação foi muito vago e acho que a minha nota não foi justa”, lamenta ele, que se inscreveu no Sisu para Jornalismo e Ciências Sociais na UFC. Claudênia Rosa, que só conseguiu marcar uma opção de curso no Sisu, gostou de saber que vai poder conferir a correção das provas. Mas a estudante queria mais. “Queria era que o Enem fosse anulado. Eu poderia estudar mais”, disse a candidata.

No ano passado, quando as provas do Enem apresentaram problemas e a Justiça determinou a suspensão dos testes, a Advocacia-Geral da União (AGU) entrou com recurso contra a decisão. Só refizeram as provas os candidatos que se inscreveram no site do MEC e que foram chamados pelo Ministério. Resta, agora, esperar a decisão do Governo Federal.

E agora

ENTENDA A NOTÍCIA
O MEC não comentou a decisão da Justiça e as inscrições no Sisu já foram encerradas. Os milhares de estudantes que fizeram o Enem e se inscreveram no Sistema ainda não sabe como farão para acessar as provas corrigidas.

MAIS DO ENEM

A decisão liminar da 7ª Vara Federal atende a um pedido do Ministério Público Federal no Ceará. O procurador Oscar Costa Filho, autor do pedido, comemorou a determinação.

“O histórico do Enem 2010 é pautado pela negação do direito de defesa dos candidatos, pelas decisões secretas e impostas unilateralmente. Esse Enem 2010 mostra é uma caixa-preta a ser aberta”, desabafou ele.

Para o procurador, o MEC não é confiável para realizar a seleção do Enem. “O problema não é pontual; o problema é sistêmico. Tem que haver a renovação da correção das provas”, comenta Oscar Costa Filho, que entrou na Justiça com outro pedido da recorreção das provas do Enem.

Com frases do tipo “o Enem é um câncer que já está generalizado” e “isso é apenas a ponta do iceberg”, o procurador demonstra a insatisfação com o atual processo.

A Defensoria Pública da União no Ceará (DPU/CE) também havia recorrido à Justiça solicitando o acesso às correções.


Fonte: Daniela Nogueira
danielanogueira@opovo.com.br

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Humorista 'Shaolin' está em coma induzido



Shaolin respira com auxílio de aparelhos e ainda não é possível afirmar se ele terá alguma sequela. O estado de saúde é considerado gravíssimo, mas estável.

O humorista Francisco Josenilton Veloso, de 39 anos, o "Shaolin", vítima de acidente de carro na madrugada desta quarta-feira, 19, está em coma induzido na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Antonio Targino, na Paraíba. Shaolin respira com auxílio de aparelhos e ainda não é possível afirmar se ele terá alguma sequela. Seu estado de saúde é considerado gravíssimo, mas estável.

O comediante sofreu um grave acidente, por volta de 0h40min (horário de Brasília), ao bater o carro contra um caminhão na Alça Sudoeste da BR-230, na região do Mutirão, em Campina Grande, a 130 quilômetros da capital João Pessoa. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), não se sabe ainda a causa do acidente. Não chovia no momento e o motorista do caminhão - que estava vazio - fugiu do local abandonado o veículo.

Funcionários do Hospital Regional de Campina Grande, para onde o humorista foi levado pelos bombeiros, afirmaram que Shaolin chegou à unidade médica com traumatismo craniano e um grave ferimento no braço esquerdo. A equipe de resgate disse aos médicos que o humorista estava sozinho no carro no momento do acidente.

Shaolin foi transferido por uma ambulância para o Hospital Antonio Targino, especializado em atendimento a vítimas de acidentes. O humorista passou por duas cirurgias - uma na cabeça e outra no braço. Os procedimentos foram feitos por uma equipe formada por neurologistas, ortopedistas e vasculares e duraram cerca de três horas.

O artista, que trabalha para a TV Record, já participou de diversos programas da televisão brasileira, como "Domingão do Faustão", "A Praça É Nossa", "Show do Tom", entre outros. Atualmente, faz parte do "Tudo é Possível", programa de entretenimento apresentado por Ana Hickmann. O humorista passava férias na Paraíba e estava em cartaz no Estado com o espetáculo "Lula de Férias".

Fonte: Jornal O Povo.

Ronaldinho prevê 'melhor Carioca dos últimos anos'



Contratação de maior impacto no futebol brasileiro em 2011 se diz ansiosa para disputar pela primeira vez o Campeonato Carioca.

Fora de forma e ainda sem a documentação regularizada, Ronaldinho Gaúcho não estreará no Flamengo nesta quarta-feira, 19, contra o Volta Redonda. Mas a contratação de maior impacto no futebol brasileiro em 2011 se diz ansiosa para disputar pela primeira vez o Campeonato Carioca.

Segundo o meia-atacante, a edição desta temporada do Estadual do Rio de Janeiro tem tudo para reter a atenção dos torcedores do início ao fim. "A expectativa é grande. Acho que vai ser um dos melhores Cariocas dos últimos anos, devido à volta de grandes jogadores como Felipe e Carlos Alberto, no Vasco, Deco e Fred no Fluminense, Loco Abreu no Botafogo", disse o jogador.

Ronaldinho Gaúcho só disputou três Estaduais no futebol brasileiro, em 1998, 1999, do qual foi campeão e 2000, todos pelo Grêmio. No ano seguinte, já defendia as cores do Paris Saint-Germain, seu primeiro clube na Europa. Onze anos depois, ele diz que não vê a hora de voltar a competir nos campos brasileiros.

"Aqui no Flamengo, a gente vem se reformulando, então vai ser um grande campeonato e a motivação é maior do que nunca. Poder voltar ao Brasil, me juntar à nação rubro-negra, ver a força da torcida, tudo isso motiva muito. Espero que o Flamengo consiga chegar bem e conquistar esse título", completou o jogador.

O reforço flamenguista também comentou sobre a expectativa de reencontrar Deco, seu ex-companheiro de Barcelona e que desde 2010 defende o Fluminense. "O confronto vai existir em campo, mas fora dele a amizade é grande. O Deco é como um irmão para mim, um grande amigo e vai ser um grande clássico. São os dois últimos campeões (brasileiros), que faz com que o Brasil tenha ainda mais atenção, então é um momento maravilhoso para o futebol carioca."

Fonte: Jornal O Povo.

Funceme divulga prognóstico para quadra chuvosa no CE



Durante coletiva realizada na manhã desta quarta-feira a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) divulgou o prognóstico oficial da quadra chuvosa (entre os meses de fevereiro e maio) para o Ceará em 2011.

Segundo especialistas da Funceme, as probabilidades de chuvas no Estado são: 40% na média histórica, 35% acima da média, e 25% abaixo da média. Em 2010 o acúmulo pluviométrico no período analisado foi de 849,7 milímetros.

Estiveram presentes o gerente do Departamento de Meteorologia da Funceme, Antônio Geraldo Ferreira, e representantes de órgãos diretamente interessados no prognóstico, como Defesa Civil, Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) e Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA).

O documento oficial com o prognóstico foi elaborado durante o XIII Workshop Internacional de Avaliação Climática para o Semiárido Nordestino, que conta com a participação de meteorologistas dos nove estados nordestinos, de instituições nacionais e internacionais, todos com o objetivo de fazer a previsão do clima no Nordeste para os próximos meses.

Manhã tumultuada

O dia começou tumultuado para o fortalezense que saiu de casa rumo ao trabalho nesta quarta-feira devido a forte chuva que caiu na cidade por volta das 7h. Até este horário, a Funceme havia registrado 79,6 mm no volume de água na capítal. "O número sem dúvida é maior, mas são dados que só teremos concretos amanhã", disse o porta-voz da Fundação.

Diversos relatos continuam chegando e você também pode participar enviando sua foto, vídeo ou depoimento para o VC-Repórter do Portal Verdes Mares.

A publicitária Patrícia Carvalho foi uma das que sofreram com a chuva. "Não há táxi na cidade quando chove. Fiquei mais de uma hora esperando um carro chegar em casa. Tive de ligar para quatro empresas diferentes", conta.

O taxista Carlos Eugênio, que está na profissão há mais de 10 anos, disse que quando há chuva, poucos se aventuram em rodar pela capital. "Fortaleza está cheia de buracos, as ruas alagam e o prejuízo, muitas vezes, é maior do que se pode ganhar trabalhando. Eu estou aqui porque o carro é terceirizado, senão esperava também. E o que não falta é passageiro precisando", ressaltou.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

RELAÇÃO DOS CANDIDATOS APROVADOS NA SELEÇÃO PÚBLICA PARA PROFESSORES TEMPORÁRIOS DA 6ª CREDE - POLO 4: COREAÚ E MORAÚJO



SINDPROC PARABENIZA OS APROVADOS:

BIOLOGIA:
LEONEIDA MACHADO DE ALBUQUERQUE BIOLOGIA 89,7 COREAU
BENEDITO JOSE RAMOS BIOLOGIA 86,8 COREAU
VALDIVAM BARBOSA ARAUJO BIOLOGIA 76,5 MORAÚJO
FRANCISCA PAULA GOMES BIOLOGIA 69,7 MORAÚJO
HÚDREY LIMA FEITOSA BIOLOGIA 68,1 COREAU
IRIS CONCEIÇÃO SILVA ABREU BIOLOGIA 66,0 MORAÚJO

ED. ESPECIAL:
SONIA DE FATIMA TELES ALBUQUERQUE ED. ESPECIAL 69,6 COREAÙ

ED. FÍSICA:
TAVARES NETO DE ARAUJO EDUCAÇAO FISICA 82,0 MORAÚJO
FRANCISCO SAMUEL ALBUQUERQUE TABOZA ED. FISICA 73,0 COREAU
ELIAS CARDOSO MOREIRA EDUCAÇAO FISICA 63,3 MORAÚJO
NELTON LIMA BRANDAO EDUCAÇAO FISICA 59,3 COREAU

FÍSICA:
IZAURA MARIA DA SILVA FISICA 87,8 COREAU
BENEDITO ALBUQUERQUE DE AGUIAR FISICA 76,5 COREAU

GEOGRAFIA:
JOSE SOUZA DA COSTA GEOGRAFIA 88,0 COREAU
Fco FERREIRA DE SOUSA FILHO GEOGRAFIA 87,8 MORAÚJO
IVO LOURENÇO DE MENEZES GEOGRAFIA 54,5 COREAU

HISTÓRIA:
JOSÉ MÁRIO MOREIRA HISTORIA 99,5 COREAU
MARIA IVETE ALBUQUERQUE HISTORIA 96,1 COREAU
RAIMUNDA MARIA DE LIMA MENEZES HISTORIA 91,6 COREAU
HELENA MARIA DE AGUIAR HISTORIA 91,0 COREAU
KATIA GOMES DA SILVA HISTORIA 90,8 COREAU
BENEDITA NIVEA MOREIRA HISTORIA 78,8 COREAU
FRANCISCO CLEITON ARAUJO DE ABREU HISTORIA 76,1 MORAÚJO

LÍNGUA INGLESA:
JOÃO ANTONIO ARAUJO ALBUQUERQUE NETO LINGUA INGLESA 64,6 COREAU
EDYLA RODRIGUES DAS CHAGAS LINGUA INGLESA 41,6 COREAU

MATEMÁTICA:
ERANDI ALVES DE LIMA MATEMATICA 91,6 MORAÚJO
JULLIERME RELVIO MARINHO BRAGA MATEMATICA 88,7 COREAU
EVALSELIO SOARES DE VASCONCELOS MATEMATICA 87,8 COREAU
FRANCISCO DAS CHAGAS MOREIRA DO CARMO MATEMATICA 82,6 COREAU
MARIA JAQUELINE PONTE DE AZEVEDO MATEMATICA 80,7 COREAU
LUZIA MARGARIDA ANDRADE DA SILVA MATEMATICA 79,2 COREAU
CLODOALDO MENEZES DE ALBUQUERQUE MATEMATICA 77,5 COREAU
LUÍZ PAULO BENÍCIO MATEMATICA 77,3 MORAÚJO
ANTONIO GILSON ALBUQUERQUE MOURA MATEMATICA 71,3 COREAU
ELIEZER MOREIRA ARRUDA MATEMATICA 69,0 COREAU
OSMANI FELISMINO DE MENEZES MATEMATICA 63,8 COREAU
FRANCISCA NEZILA FONTENELE MOREIRA MATEMATICA 63,7 COREAU
FRANCISCO FERREIRA DAS CHAGAS MATEMATICA 57,3 MORAÚJO
FRANCISCO GEILSON ALMEIDA SILVA MATEMATICA 55,5 COREAU

PORTUGUÊS:
FRANCISCA DANIELA MOREIRA FONTENELE PORTUGUES 100,0 COREAU
MARIA DAS DORIS MOREIRA DE ARAUJO PORTUGUES 88,0 MORAÚJO
JOZIANE SAULO ALBUQUERQUE LIMA PORTUGUES 85,0 COREAU
EVANIA DO NASCIMENTO GREGORIO PORTUGUES 78,0 COREAU
ANA LUCIA FERREIRA DO NASCIMENTO PORTUGUES 70,0 MORAÚJO
JOÃO XIMENES ALBUQUERQUE NETO PORTUGUES 68,3 COREAU
BENEDITO FILHO RODRIGUES DE SOUZA PORTUGUES 63,0 COREAU
RITA HELENA ALBUQUERQUE PARENTE FONTENELE PORTUGUES 58,0 COREAU
IVANEIDE FONTENELE ALBUQUERQUE ARAUJO PORTUGUES 57,6 COREAU
REGINA CELIA DE QUEIROZ ALBUQUERQUE PORTUGUES 55,3 COREAU

QUÍMICA:
KATILANIA FONTENELE ALBUQUERQUE QUIMICA 97,6 COREAU
ADEMIR CARNEIRO PESSOA QUIMICA 85,3 COREAU
ANTONIO FERNANDO FROTA QUIMICA 77,3 MORAÚJO
EDNATO XIMENES DE SOUZA QUIMICA 75,0 MORAÚJO
MARIA DA CONCEIÇÃO FREIRE QUIMICA 65,6 MORAÚJO
ANTONIO MARCOS SOUZA DA COSTA QUIMICA 73,3 COREAU



Fonte: Blog do SINDPROC.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O PISO DOS PROFESSORES E AS FRAUDES PRATICADAS UTILIZANDO AS PORTARIAS DO MEC - REAJUSTE DO VALOR ALUNO QUE NÃO REAJUSTA O PISO




A LEI FEDERAL Nº 11738, de 16 de julho de 2008, instituiu o piso salarial profissional para os profissionais do magistério da educação básica. POBRE LEI! PARECE QUE NASCEU PARA SER VIOLADA! PARECE EXISTIR PARA DEMONSTRAR QUE O PRINCÍPIO DA LEGALIDADE NO BRASIL É UMA PIADA. VALE O PRINCÍPIO DA VONTADE DA AUTORIDADE, DO GESTOR MÁXIMO, DO CHEFE DO PODER EXECUTIVO. DO ALCAIDE. DO NOVO CORONEL! Eis a realidade.

A primeira violação foi com a decisão do STF, que interpretando a lei do piso mudou a própria lei. Fenômeno jurídico em que a interpretação altera o próprio texto da lei. Foi o que aconteceu com a ADIN nº 4167/2008, que através da liminar só afetou 03 pontos da Lei nº 11738/2008. Eis o que a concessão da liminar afetou:

1) DECLAROU QUE ATÉ JULGAMENTO DO MÉRITO O PISO SERIA A REMUNERAÇÃO DO SERVIDOR;
2) SUSPENDEU O 1/3 DE ATIVIDADE EXTRACLASSE;
3) A VIGÊNCIA DO PISO A PARTIR DE JANEIRO DE 2009 PARA EVITAR PASSIVO TRABALHISTA EM RELAÇÃO AO ANO DE 2008;

A Ação Direta de Inconstitucionalidade foi movida por 05 chefes do Poder Executivo, governadores, atacando a lei do piso. Depois ao analisar só a liminar o Poder Judiciário, outro poder da República, mais uma vez, prejudicou a lei do piso. A demora em julgar a ação é outro ataque à lei do piso. EITA QUE LEI PARA SOFRER!

Resta claro que em nenhum momento o artigo 5º, da lei do piso, sofreu qualquer ataque, permanecendo na íntegra, devendo, pois ser obedecido, mas vem sendo violado de forma acintosa, para não dizer fraudulenta. Veja o que diz o artigo 5º e seu parágrafo:

. 5o O piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica será atualizado, anualmente, no mês de janeiro, a partir do ano de 2009.
Parágrafo único. A atualização de que trata o caput deste artigo será calculada utilizando-se o mesmo percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano, definido nacionalmente, nos termos da Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007.
Não precisa ser sábio, nem um jurista do porte de Rui Barbosa, Carnelutti ou Ihering, para concluir:

Que o reajuste do piso deveria ser anual;
Que o primeiro reajuste do piso deveria ter ocorrido em janeiro de 2009;
Que o segundo reajuste do piso deveria ter ocorrido em janeiro de 2010;
Que o terceiro reajuste do piso deve ocorrer em janeiro de 2011;
Que o índice de reajuste é o mesmo do reajuste do valor anual mínimo por aluno.

Fonte: Blog do Valdecy Alves.

Centrais iniciam amanhã manifestação por mínimo maior



As centrais sindicais iniciam amanhã manifestações em todo o País para reivindicar um reajuste do salário mínimo para R$ 580 e uma correção de 6,47% da tabela do Imposto de Renda (IR). O movimento foi decidido na semana passada, após a primeira reunião conjunta das seis principais centrais sindicais neste ano.

Caso a presidente Dilma Rousseff não respondesse até a última sexta-feira ao pedido urgente de audiência feito pelos sindicalistas, as centrais realizariam as manifestações em, pelo menos, 20 Estados. Em São Paulo, o ato será realizado amanhã, na Avenida Paulista, na capital paulista, a partir das 10h30.

No início de janeiro, o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, protocolou emenda parlamentar que eleva o mínimo para R$ 580. O governo federal elevou o valor do vencimento de R$ 510 para R$ 540 a partir de 1º de janeiro, com correção de 5,88%, e, na última sexta-feira, o valor subiu para R$ 545, a partir de 1º de fevereiro. A estratégia das centrais sindicais é abrir negociação tanto com o Palácio do Planalto como com o Congresso para tentar a aprovação de um valor maior e evitar um veto do Executivo.

Além de passeatas, as entidades pretendem ingressar na Justiça caso o governo federal não corrija a tabela do IR em 2011. "Desde 1995, a tabela do IR acumula defasagem de cerca de 70%", afirma o secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves.

As centrais sindicais que organizam o movimento são a Força Sindical, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a União Geral dos Trabalhadores (UGT), a Nova Central, a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB) e a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Fonte: Jornal Diário do Nordeste.

Chico Anysio tem novo quadro de pneumonia



"Ah, Deus... Ele não merece", diz a mulher, Malga Di Paula.

O quadro de melhora de Chico Anysio regrediu. O humorista teve nova pneumonia diagnosticada na base do pulmão direito e a medicação dos antibióticos precisou ser trocada, nesta segunda-feira (17).

A mulher de Chico, Malga Di Paula, confirma a informação, através do Twitter. "Hoje o Chico já não estava tão bem quanto ontem. Estava cansado demais e ficou ligado à máquina o tempo todo", disse, referindo-se ao suporte mecânico que ele tem usado para respirar. "Ah, Deus... ele não merece".

Chico Anysio continua internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio de Janeiro, sem previsão de alta.

Fonte: IG Notícias.

Inscrições para vagas em universidades pelo SiSU vão até quinta



Decisão judicial muda critério de cotas da UFRJ e determina prorrogação do prazo de inscrições, previsto para acabar na terça.

O Ministério da Educação decidiu estender o prazo de inscrição do Sistema Único de Seleção (SiSU), antes previsto para acabar nesta terça-feira, para quinta, dia 20. A prorrogação foi definida depois que Justiça determinou que a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) deveria mudar o critério de reserva de vagas para a instituição e estender o prazo de inscrição.

Antes restritas aos alunos de escolas daquele Estado, as cotas de 20% das vagas da UFRJ foram ampliadas aos da rede pública de todo o País. A direção da UFRJ decidiu não recorrer e vai cumprir integralmente a decisão da Justiça, que também prevê a mudança no prazo de inscrição. Em função disso, o MEC decidiu prorrogar as inscrições do SiSU para todos até o dia 20, às 23h59. Nas próximas horas, será divulgado novo cronograma de datas das inscrições no Programa Universidade para Todos (ProUni) e das matrículas nas universidades federais e nos institutos federais de educação, ciência e tecnologias.

Lentidão no sistema

O prazo de inscrições começou na madrugada deste domingo, mas durante todo o dia o sistema se manteve lento e, em alguns momentos, ficou fora do ar. Até esta segunda-feira, estudantes reclamam em redes sociais e em comentários de matérias no iG Educação que não conseguem entrar no site ou completar todas as etapas do processo.

Paulo Henrique Cardoso, de 19 anos, que quer disputar uma vaga de engenharia da computação na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR), tentou sem sucesso se inscrever das 10h às 12h e das 22h às 24h de domingo. Prestando a segunda fase da Unicamp, só foi conseguir às 6h desta segunda, dia das provas de Ciências Humanas e Inglês do vestibular. "A ideia do SiSU é boa, mas eles não têm estrutura", diz o estudante. Mariana Grazine, 19 anos, que também está fazendo a segunda fase da Unicamp, quer tentar entrar em jornalismo na UFRJ, mas ainda não conseguiu se candidatar. Ontem, acessou o sistema das 23h às 24h, mas ela colocava o número de inscrição e a senha e não logava.

Segundo o MEC, a lentidão se deve à elevada audiência. O hot site do SiSU chegou a receber 47 mil acessos simultâneos e a página de inscrição, 84 mil. Na manhã desta segunda-feira, a média de inscrições chegou a 400 por minuto — a capacidade do sistema é de 50 mil inscrições por hora, ou 833 por minuto. O MEC informa que, quando esse número é superado, ocorre a lentidão e recomenda que as simulações sejam feitas no hot site e o acesso à página de inscrição, somente no momento final.

Limite de tempo

O MEC criou um limitador de tempo para o acesso nesta segunda-feira. O estudante terá 20 minutos para movimentar a página e fazer as opções e a inscrição. Caso a mantenha apenas aberta, sem movimentação, ela será fechada em dez minutos. Com a medida, o MEC pretende limitar a navegação excessiva na página de inscrição e melhorar o acesso para os estudantes. As simulações podem ser feitas no hot site, sem limite de tempo.

Notas de corte

Nesta segunda-feira (17), o SiSU divulgou as notas de corte de todos os cursos das 83 instituições de ensino superior públicas que utilizaram a ferramenta para selecionar estudantes. O sistema, criado pelo MEC, distribui 83.215 vagas a partir das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com a informação, somada ao boletim de desempenho no Enem, os estudantes podem saber em quais cursos têm chances de aprovação. O sistema disponibiliza também a relação candidato/vaga (determinada pelas inscrições realizadas no dia anterior), notas de corte para as políticas afirmativas (cotas) e as maiores notas alcançadas pelos candidatos concorrentes. A nota de corte dos cursos considera o peso atribuído a cada uma das provas do Enem pelo curso ou pela instituição.

Durante o período de inscrições, as opções de curso podem ser alteradas, mas depois disso, não. Portanto, os candidatos precisam estar atentos aos últimos registros salvos no sistema. Para se inscrever, o estudante dever entrar no site do SiSU e informar o número de inscrição e senha no Enem 2010 para preencher o formulário. Quem não souber a senha, pode recuperá-la pelo site do Enem. Nenhuma taxa é cobrada do candidato.

Fonte: IG Notícias.